Categoria: Impotência

Dicas para Combater a Impotência Sexual

Os Fatos Básicos de Dicas para Combater a Impotência Sexual

Particularmente, a impotência pode ser causada por vários distúrbios neurológicos, como doença de Parkinson, doença de Alzheimer, esclerose múltipla, tumores cerebrais ou espinhais, epilepsia do lobo temporal e acidente vascular cerebral. Se a sua impotência é um efeito colateral de uma das drogas prescritas para você, então a cura da impotência que ele recomenda pode incluir a retirada ou a substituição da droga. Mesmo que seja causado por sua medicação para pressão sangüínea, tornar-se vegano pode ajudá-lo a diminuir sua pressão sanguínea naturalmente e permitir que você se afaste da medicação que está atrapalhando sua capacidade de conseguir uma ereção dura e duradoura. Pode ser mais um estado de espírito e a acupuntura pode ajudar. É uma condição médica muito comum e seu médico lhe dirá isso. Todos os anos, a impotência, ou disfunção erétil, afeta milhões de homens em todo o mundo, com um estudo mostrando que até metade dos homens com mais de 40 anos são impotentes pelo menos parte do tempo. Um jeito simples de curar a impotência é tomando nugenix.

Se você estiver tendo efeitos colaterais sexuais, pergunte ao seu médico sobre a mudança para uma dose menor. Para outros, os efeitos colaterais sexuais continuam sendo um problema. Para algumas pessoas, elas são pequenas ou podem diminuir conforme seus corpos se ajustam à medicação. Os efeitos colaterais sexuais dos antidepressivos incluem baixa libido, disfunção erétil e dificuldades com o orgasmo. Conversando com seu parceiro Para alguns indivíduos, os efeitos colaterais sexuais de tomar antidepressivos podem ser excruciantes. Os efeitos colaterais sexuais dos antidepressivos são uma ocorrência extremamente comum, por isso, não hesite em discutir soluções com seu médico. Efeitos colaterais sexuais de antidepressivos Os efeitos colaterais sexuais estão entre as queixas mais comuns sobre antidepressivos.

A Chave para o Sucesso Dicas para Combater a Impotência Sexual

Estabeleça uma linha do tempo Uma das soluções mais simples para a disfunção sexual é esperar e ver se os efeitos colaterais sexuais diminuem. Em geral, pode afetar a qualidade de vida e, mais importante ainda, pode ser o primeiro sintoma de outro problema médico ou psicológico. O segundo passo não deve ser negligenciado porque a disfunção sexual pode ter muitas causas. De ajudar você a superar a disfunção erétil para restaurar sua libido, a canela pode ser a solução que você está procurando. Ter disfunção erétil com base biológica faz com que você seja um bom candidato a medicamentos, como uma vez ao dia, Cialis ou Viagra. Disfunção erétil ou impotência masculina é a incapacidade de um macho manter uma ereção durante a relação sexual.

Seja qual for a sua ansiedade está tentando te dizer, ouça. É uma resposta emocional totalmente saudável e razoável para certas coisas da vida, mas às vezes, como é o caso da ansiedade de desempenho, pode ultrapassar o tempo em que é bem-vinda. A ansiedade sobre o desempenho sexual também tende a ser auto-sustentável. Ansiedade de desempenho sexual é extremamente comum, especialmente entre os homens. Isso sempre volta para seus pensamentos e expectativas sobre o jogo sexual iminente que o deixa nervoso. Origina-se em nossas mentes por causa dos pensamentos subjacentes baseados no medo que temos.

Causas comuns da impotência

Causas comuns da impotência

A impotência ocorre quando você é incapaz de conseguir uma ereção, manter uma ereção ou ejacular de forma consistente. É usado de forma intercambiável com a disfunção erétil (DE) . Vários fatores podem contribuir para a condição, incluindo transtornos emocionais e físicos.

Segundo a Urology Care Foundation , estima-se que 30 milhões de americanos experimentam ED. O risco de impotência aumenta com a idade .

Leia também: Remédio para impotência

Um estudo de 2007 publicado no American Journal of Medicine observou que o risco de impotência aumenta com a idade. É ainda maior em homens que também foram diagnosticados com um ou mais fatores de risco cardiovascular.

A impotência geralmente tem um efeito negativo na sua vida sexual e pode causar depressão , estresse adicional e baixa autoestima.

Compreender as causas potenciais mais comuns pode ajudá-lo a identificar por que você está passando por essa condição.
1. Endocrine diseases

O sistema endócrino do corpo produz hormônios que regulam o metabolismo, a função sexual, a reprodução, o humor e muito mais.

Diabetes é um exemplo de doença endócrina que pode causar a impotência . Diabetes afeta a capacidade do organismo de usar o hormônio insulina .

Uma das complicações associadas ao diabetes crônico é a lesão do nervo . Isso afeta sensações no pênis . Outras complicações associadas ao diabetes incluem fluxo sanguíneo prejudicado e níveis hormonais . Esses dois fatores podem contribuir para a impotência.
2. Neurological and nerve disorders

Várias condições neurológicas podem aumentar o risco de impotência. As condições nervosas afetam a capacidade do cérebro de se comunicar com o sistema reprodutivo . Isso pode impedir que você consiga uma ereção.

Os distúrbios neurológicos associados à impotência incluem:

doença de Alzheimer
Mal de Parkinson
tumores cerebrais ou espinhais
esclerose múltipla (EM)
acidente vascular encefálico
epilepsia do lobo temporal

Se você já fez uma cirurgia de próstata , também pode sofrer danos nos nervos, resultando em impotência.

Os ciclistas de longa distância podem experimentar impotência temporária. A pressão repetida nas nádegas e genitais pode afetar a função dos nervos.
3. Taking medications

Tomar certos medicamentos pode afetar o fluxo sanguíneo, o que pode levar a disfunção erétil. Você nunca deve parar de tomar um medicamento sem a permissão do seu médico, mesmo que seja conhecido por causar impotência.

Exemplos de medicamentos conhecidos por causar impotência incluem:

bloqueadores alfa-adrenérgicos, incluindo tansulosina ( Flomax )
betabloqueadores , como carvedilol (Coreg) e metoprolol (Lopressor)
medicamentos quimioterápicos para câncer , como a cimetidina (Tagamet)
depressores do sistema nervoso central (SNC), como alprazolam ( Xanax ), diazepam (Valium) e codeína
Estimulantes do SNC, como cocaína e anfetaminas
diuréticos , como furosemida (Lasix) e espironolactona (Aldactona)
inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRSs) , como fluoxetina (Prozac) e paroxetina (Paxil)
hormônios sintéticos, inclusive como leuprolide (Eligard)

4. Cardiac-related conditions

Condições que afetam o coração e sua capacidade de bombear bem o sangue podem causar impotência. Sem fluxo sanguíneo suficiente para o pênis, você não pode conseguir uma ereção.

A aterosclerose , uma condição que faz com que os vasos sanguíneos fiquem entupidos, pode causar impotência. Colesterol alto e hipertensão também estão associados a riscos aumentados de impotência.
5. Lifestyle factors and emotional disorders

Para conseguir uma ereção, você deve primeiro passar pelo que é conhecido como uma fase de excitação . Esta fase pode ser uma resposta emocional. Se você tem um distúrbio emocional, isso afetará sua capacidade de se tornar sexualmente excitado.

Depressão e ansiedade estão associadas ao aumento do risco de impotência . A depressão é um sentimento de tristeza , perda de esperança ou desamparo. Fadiga relacionada à depressão também pode causar impotência.

A ansiedade do desempenho também pode causar impotência. Se você não conseguiu uma ereção no passado, pode ter medo de não conseguir uma ereção no futuro.

Você também pode descobrir que não pode conseguir uma ereção com um determinado parceiro. Se você foi diagnosticado com DE relacionado à ansiedade de desempenho, você pode ser capaz de ter ereções completas quando se masturba ou quando dorme, mas incapaz de manter uma ereção durante a relação sexual.

O abuso de drogas como cocaína e anfetaminas também pode causar impotência. O abuso de álcool e o alcoolismo podem afetar sua capacidade de atingir ou manter uma ereção também. Consulte o seu m

Como acelerar o seu metabolismo para perder peso

Como acelerar o seu metabolismo para perder peso

Acelerar nosso metabolismo pode nos ajudar a perder peso e nos sentir bem com relação a nós mesmos. Nós mostramos alguns truques para isso.

Leia também: Estimulante sexual masculino qual é o melhor

0 Compartilhado

7 estratégias para perder peso sem dietas restritivas
Chaves para reduzir o excesso de peso com dieta
8 suplementos para o tratamento da obesidade

Mesmo se você herdou o metabolismo de sua família, você não está condenado a obedecer a ela e a viver com excesso de peso e a inconveniência que isso acarreta. Sempre é possível modificar nosso metabolismo e fazê-lo funcionar conosco e não contra nós para perder peso.

As dicas a seguir ajudam muitas pessoas a acelerar o metabolismo, o que faz seu corpo perder peso mais rápido, mais saudável e natural em menos tempo e com menos esforço.
Dicas para modificar o metabolismo e perder peso
1. Tenha um café da manhã nutritivo todos os dias

Comer algo nutritivo no café da manhã fará seu metabolismo começar a funcionar imediatamente e de forma correta. Você pode ter algo como uma omelete de espinafre e queijo feta com uma fatia de torrada integral logo após se levantar.

Isso ocorre porque o café da manhã dá energia ao corpo; O melhor de tudo, é de fontes com baixo teor de gordura. Então, isso começa a funcionar com a comida que damos e a perder peso com mais facilidade.

Além disso, é aconselhável jantar levemente, já que durante a noite passamos várias horas em jejum e o corpo acumula o máximo de gordura possível.

Você pode estar interessado: Opções saudáveis ​​para café da manhã

2. Adicione chá verde à sua dieta para perder peso

O chá verde oferece vários benefícios para a saúde.
O chá verde é conhecido por suas propriedades antioxidantes, mas também foi descoberto recentemente que ele ajuda a acelerar o metabolismo e, com isso, perder peso rapidamente.

Aqueles que incorporam o hábito de beber chá verde têm a possibilidade de perder peso mais rapidamente do que outros, porque facilita a oxidação da gordura e a termogênese. No entanto, é claro, isso depende de outros fatores que é aconselhável verificar com um profissional.

A quantidade ideal é de 5 xícaras de chá verde por dia, o que aumenta bastante a energia do corpo com apenas 90 calorias.
3. Coma alimentos ricos em ômega 3

Nós já sabemos que comer peixe rico em ácidos graxos ômega 3 (como salmão ou atum) acelera o metabolismo, além de regular os níveis de açúcar no sangue e reduzir outros problemas, como inflamação. Além disso, esses ácidos graxos também ajudam a reduzir a resistência à leptina, hormônio que facilita a perda de peso.

Caso você não goste de comer peixe ou prefira outras alternativas, você pode adicionar um suplemento diário de ômega 3 que contém entre 1.000 e 2.000 miligramas ou algumas nozes para obter os mesmos benefícios.
4. Não elimine todas as calorias da sua dieta

Um bom café da manhã ajuda a controlar nosso metabolismo.
Temos a idéia de que aqueles que eliminam mais calorias de sua dieta podem perder peso mais facilmente. Embora isso possa ser verdade no início, quando nosso corpo percebe que lhe damos menos calorias, ele começa a acumular gordura para aumentar suas reservas de energia. Portanto, comer mais acelera o seu metabolismo, desde que você escolha alimentos saudáveis ​​que forneçam nutrientes.

Também é importante que você não passe por longos períodos de jejum. O ideal é comer 6 vezes ao dia (300 calorias de cada vez), em vez de fazer duas refeições muito abundantes ou de alto valor calórico.
5. Adicione diferentes intensidades ao exercício

A próxima vez que você se exercitar (caminhar, nadar, correr, etc.), adicione alguns intervalos de 30 segundos nos quais você aumenta a intensidade e depois retorna à intensidade normal. Essas pequenas mudanças farão com que seu corpo consuma mais energia, fortalecendo consideravelmente a capacidade das células se regenerarem e ajudando-as a ter uma maior oxigenação.

Com isso, você também pode exercitar menos tempo, mas atingir os objetivos desejados muito mais rapidamente. Você pode adicionar esses intervalos a qualquer esporte que você faça. Aqui está um exercício simples que você pode fazer em casa:
6. Faça uma pausa após o exercício

O exercício é um dom que podemos dar ao nosso corpo e à nossa saúde, mas também pode causar um cansaço muito intenso quando é muito intenso. Embora o exercício nos ajude a acelerar o metabolismo, um elemento-chave é o descanso adequado, que permite ao nosso corpo retornar ao estado de calma total.

É importante ter em mente que a quantidade de calorias que você queima com o exercício deve ser maior do que a quantidade que você consome; Isso ajudará você a perder peso de forma mais eficaz.
7. Evite gorduras trans

Nós todos ouvimos o quão ruim esses tipos de gorduras são, mas eles também reduzem a capacidade natural do nosso corpo para queimar gordura. Isso ocorre porque eles alteram nossas células e prolongam nosso metabolismo.

Como se isso não bastasse, eles também podem gerar resistência à insulina e inflamação. Portanto, elimine as gorduras trans da sua dieta, acelere o seu metabolismo e perca peso.

Leia também: Maneiras de melhorar o metabolismo

8. Aumentar o consumo de proteína

Aumentar a ingestão de proteínas ajuda a perder peso.
Nosso corpo leva mais tempo para digerir alimentos ricos em proteínas do que aqueles ricos em gordura ou carboidratos. Isso significa que, quando você ingere proteína, fica satisfeito por mais tempo, enquanto seu metabolismo continua funcionando e queimando gordura para alcançá-lo.

Isso se traduz em uma aceleração considerável do seu metabolismo e redução da fome. Além disso, foi demonstrado que comer proteína permite ganhar músculo em vez de gordura.
Acelere o seu metabolismo com uma boa dieta

A genética marca algumas características do nosso corpo, mas com algumas mudanças podemos controlar o que queremos modificar e alcançar a perda de peso. Acelerar o metabolismo significa que ele funcionará mais rápido, queimará mais calorias e atingiremos ou manteremos nosso peso ideal.

Seguindo esses truques, damos ao nosso corpo a oportunidade de permanecer saudável de uma maneira natural e auto-regulada. Isso é muito mais saudável do que tentar dietas complicadas que geram poucos resultados ou seguem uma dieta ruim que nos deixará doentes.